sexta-feira, 7 de julho de 2017

Servidores do Judiciário da Bahia fazem paralisação de 24 horas

A categoria pede reposição salarial e é contra a desativação de 33 comarcas do interior no estado.
Os servidores do Poder Judiciário na Bahia realizam uma paralisação de 24 horas nesta sexta-feira (7). A categoria pede reposição salarial e é contra a desativação de 33 comarcas do interior no estado. Apesar da mobilização, o Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado da Bahia (Sinpojud) informou que 30% do efetivo está atuando e atende a serviços como habeas corpus, certidão de óbito, liminar de planos de saúde, casamentos pré-agendados e outros atendimentos de urgência. Ainda segundo o Sinpojud, os protestos fazem parte de um calendário de mobilizações deliberado pela própria categoria durante a última assembleia realizada em 5 de maio. Na última quarta-feira (5), outros servidores do judiciário que atendem em juizados voltaram ao trabalho após 16 dias de greve. Esses trabalhadores fazem parte de outro sindicato, o dos Servidores dos Serviços Auxiliares do Poder Judiciário do Estado da Bahia (Sintaj), que também representa os trabalhadores do judiciário. *Com informações do G1

0 comentários:

Postar um comentário