sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Bahia registra 37 mortes no mar em 10 anos

Acidente com lancha deixou ao menos 18 mortos/Foto: Marina Silva/CORREIO
O acidente com o catamarã Cavalo Marinho I, nesta quinta-feira (24), na Baía de Todos os Santos (BTS), com um saldo até agora de 18 mortos, é a maior ocorrência do tipo registrada no estado nos  60 anos em que ocorre a travessia Mar Grande-Salvador. A Bahia, no entanto, contabilizou 37 mortes em acidentes marítimos em uma década. Desse total, apenas um dos óbitos ocorreu na BTS. Em dezembro de 2006, um catamarã que fazia a travessia Morro de São Paulo-Salvador afundou com 157 turistas a bordo, 25 deles eram estrangeiros. A única morte registrada na época foi a do bioquímico Ananias Bernardino da Silva, 61 anos. A Bahia, empatada com o Ceará, é o segundo estado do Nordeste com maior número de mortes em naufrágios entre 2006 e 2015. Na região, o topo do ranking é do Maranhão, com 79 óbitos. Os dados são do Sistema Datasus, do Ministério da Saúde, que contabiliza os atendimentos médicos em todo o país. De acordo com o levantamento, no mesmo período, 1.289 pessoas morreram em todo o Brasil por conta de  acidentes marítimos. Nos estados do Pará e do Amazonas, locais onde a conexão entre as cidades é feita majoritariamente por barcos, houve o registro de 610 casos, quase metade das ocorrências no país todo. Leia mais no CORREIO

0 comentários:

Postar um comentário