quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Craques da Seleção de Ipiaú: Esquerdinha quer fazer a diferença no time

 Jeanderson Ribeiro Soares, o “Esquerdinha”, quer fazer a diferença no time.
O apelido é o mesmo que o de um antigo ídolo do futebol nacional. O carisma é indiscutível, pois a torcida lhe aplaude mesmo não estando em campo. Todos reclamam a sua presença no time e parece que isto não vai demorar de acontecer, já que ele vem treinando muito bem e está pronto  pra mostrar seu grande talento. Jeanderson Ribeiro Soares, o “Esquerdinha”, quer fazer a diferença, conduzir a Seleção de Ipiaú para sucessivas vitórias, lutar pelo titulo do Intermunicipal. Ele tem 26 anos de idade, 1,74 m, 72 Kg e muita habilidade no trato com a bola. É um meia-esquerda imprescindível a qualquer equipe que valorize o bom futebol. 
Esquerdinha Começou na escolinha do professor Colt e já atuou na Europa.
Natural de Ipiaú, morador da Rua Osório Costa, no Bairro São José Operário (antiga Invasão), Esquerdinha é um desses atletas que na gíria esportiva chamam de “rodado”.  Começou na escolinha do professor Colt de onde seguiu para São Paulo jogando na base da Ponte Preta, Baruerí  e Jundiaí. Tornou-se profissional no Goiânia Esporte Clube que lhe credenciou para uma experiência internacional. Na primeira divisão do futebol português vestiu a camisa do Rio Ave. Voltando da Europa, fez reversão para o amadorismo e jogou nas seleções de Itagibá, Jitaúna e Ibirapitanga. Agora é a vez de mostrar aos seus conterrâneos o tanto que joga direito porque se chama Esquerdinha.
*Giro/José Américo Castro/Fotos-Miro Fernandes

0 comentários:

Postar um comentário