sábado, 26 de agosto de 2017

Dicas de Redação para o ENEM com o professor Samy Santos

Escrever é Conhecer!
‘Ninguém escreve acerca do que desconhece’. Essa máxima é repetida à exaustão por professores nas aulas de produção de texto Brasil afora e repeti-la aqui parece apontar para ‘chover no molhado’. A questão, no entanto, é mais complexa e cabe uma análise mais profunda. É interessante lembrar que é muito comum ouvir de alunos e candidatos a expressão “eu sei fazer redação”, como se a atividade de produção de texto dissertativo-argumentativo estivesse resumida, por exemplo, à estrutura, sintaxe ou às regras gramaticais. Escrever, claro, necessita dessas habilidades, mas é algo muito mais complexo. Para se produzir um bom texto é imprescindível, dentre outras questões, que o escritor tenha profundo conhecimento e domínio do assunto que irá abordar. Isso garantirá que a abordagem não seja rasa, superficial, sem a profundidade necessária e eivada de senso comum, bordões, clichês e falta de originalidade, pecados mortais da redação.

Como o ENEM costuma trabalhar na Redação como uma diversidade de eixos temáticos – violência, saúde, questões sociais, meio ambiente, comunicação, cultura, educação – é imperativo que o candidato esteja preparado para discorrer sobre esses temas. E tal habilidade só será alcançada por meio de muita leitura.

Desse modo, além de estar ‘antenado’ nos assuntos da atualidade que são abordados diariamente nos telejornais, é necessário que o candidato priorize a leitura de textos dissertativos argumentativos, sobretudo os Artigos de Opinião. Na internet é possível encontrar grandes articulistas, que ajudarão o candidato a ter uma visão mais ampla e consistente sobre os diversos temas. 

Seguem links de indicação para auxiliar o candidato com as leituras e possibilitar, a ele, a escrita de um belo texto.
Boa leitura a todos!
Samy Santos - Professor de Redação do Colégio Santo Agostinho

0 comentários:

Postar um comentário