sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Líder de facção, suspeito de 20 homicídios na Bahia, é morto

Marcelo é apontado como o principal líder da Bonde do Maluco (Foto: Divulgação)
Marcelo Batista dos Santos, o Marreno, apontado pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) como o número 1 da facção criminosa Bonde do Maluco (BDM), estava sendo investigado por envolvimento em cerca de 20 homicídios, em Salvador. Ele foi morto na noite de quarta-feira (9) durante confronto com equipes da Força-Tarefa da SSP, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador. Segundo a pasta, o confronto aconteceu após uma abordagem realizada na Via Parafuso, na Linha Verde. O titular da Delegacia de Homicídios Múltiplos (DHM) e integrante da Força-Tarefa, Odair Carneiro, informou que Marcelo tinha dois registros por tráfico de drogas, mas estava sendo investigado por outras dezenas de crimes. "Ele tinha apenas duas entradas porque era um bandido difícil de capturar, mas ele tinha envolvimento com o tráfico de drogas, sequestro, roubo a banco e era investigado por cerca de 20 homicídios. Era um dos principais bandidos da Bahia. Ele era da Boca do Rio. Liderava a quadrilha e atuava em Salvador", afirmou.  Leia mais no CORREIO

0 comentários:

Postar um comentário