sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Ponte sobre local de naufrágio em Salvador está há 8 anos no papel

Projeto de ponte que unirá Salvador e Itaparica foi lançado em 2009.
O naufrágio que deixou ao menos 18 mortos nesta quinta-feira (24) na baía de Todos os Santos --entre os quais, uma criança de um ano-- aconteceu entre Salvador e a Ilha de Itaparica pouco depois de a lancha Cavalo Marinho 1 deixar Vera Cruz, na região metropolitana da capital baiana. O trajeto que hoje é feito por via marítima convive há mais de oito anos com a promessa de construção de uma ponte ligando as duas localidades, mas a obra ainda não saiu do papel. Atualmente, as lanchas fazem o trajeto Salvador-Mar Grande. De acordo com a Secretaria de Comunicação do governo de Rui Costa (PT), a licitação para a ponte de 12,1 km de extensão, orçada em R$ 6,1 bilhões, está aberta, e os estudos de impacto ambiental já foram realizados. O governo baiano agendou para o próximo dia 29 de setembro um chamamento público para que as empresas interessadas apresentem estudos de fundagem física, sísmica, hidráulica e marinha, além de projeto básico de engenharia e estudos urbanísticos, jurídicos e financeiros. A obra havia sido anunciada em 2009 pelo então governador Jaques Wagner, também do PT, durante evento em Salvador com a participação do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). À época, Wagner estimara custo de R$ 1,5 bilhão para a obra. Leia mais no UOL

0 comentários:

Postar um comentário