terça-feira, 1 de agosto de 2017

Suspeito de envolvimento em chacina é executado dentro de casa em Porto Seguro

Homem era suspeito de participar de chacina que matou 8 pessoas 
Foi assassinado no fim da noite de segunda-feira (31), em Porto Seguro, um dos suspeitos de ter participado da chacina ocorrida em fevereiro deste ano, no bairro Porto Alegre I, que resultou na morte de oito homens, dentre eles três filhos de policiais e um cabo da aeronáutica (ver aqui). Márcio Alves Rodrigues, vulgo Rastreado, de 36 anos, foi executado dentro de sua casa, na Vila Parracho, também em Porto Seguro. Ele foi atingido por pelo menos cinco disparos de arma de fogo, segundo informações do delegado titular da 1ª Delegacia Territorial, Marcelo Paiva. O delegado informou ainda que não há informações sobre quem teria matado Márcio, mas que tudo indica que o crime tenha relação com a guerra entre facções criminosas. “No local foram encontradas drogas”, disse Marcelo Paiva. A Polícia Militar informou que após denúncias sobre tiros no conjunto habitacional, deslocou três viaturas ao local. Os policiais disseram que foram recebidos a tiros por três homens, que seriam os supostos assassinos. Ainda de acordo com a informação, houve um tiroteio, mas os bandidos conseguiram fugir. 
Vitimas da chacina ocorrida em fevereiro desse ano em Porto Seguro.
O delegado destacou ainda que Márcio era acusado de ter roubado a caminhonete usada pelos criminosos que cometeram a chacina. O veículo foi abandonado horas depois da carnificina, no bairro Ubaldinão. “Ele já tinha passagem pela polícia, era suspeito de tráfico e de envolvimento em outros homicídios”, destacou o delegado. Em 2008, Márcio foi preso por suspeita de envolvimento no assalto ao Banco do Brasil na cidade de Belmonte. *Informações do Radar64

0 comentários:

Postar um comentário