quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Polícia Civil de Ipiaú identifica condutor de carro que atropelou pedestre na BR-330

Corpo foi encontrado no dia 18 de junho, próximo ao povoado do Passa com Jeito (Fotos: Giro Ipiaú)
A Polícia Civil divulgou no início da noite dessa quarta-feira (27) que elucidou o caso de atropelamento, com vítima fatal, registrado no município de Ipiaú no dia 18 de junho desse ano, na BR-330, próximo ao povoado do Passa com Jeito (ver matéria).  À época, o corpo de um homem foi encontrado por um ciclista nas margens da rodovia. A vítima foi identificada como Jorge Neres dos Santos, 65, conhecido como "Jorge Sanfoneiro", morador do bairro Euclides Neto. Peças de um veículo da marca Volkswagen foi encontrado perto do corpo. O coordenador do Serviço de Investigação  (SI) da Polícia Civil, Antônio Araponga, informou que para chegar ao autor do atropelamento "foi preciso montar um verdadeiro quebra-cabeças".
Peças do veículo foram encontradas próximo ao corpo da vítima de 635 anos (Foto:Giro Ipiaú)
Segundo as investigações, o carro que atropelou Jorge era um Voyage, de cor bege, conduzido por Jeoval Batista Barros, de 63 anos, morador de Ipiaú.  Conforme a polícia, Jeoval confessou o atropelamento e afirmou que o acidente foi provocado inicialmente por outro carro que vinha no sentido contrário. Ele não teria prestado socorro temendo represálias. Segundo informações repassadas à PM, no dia em que o corpo foi encontrado, a vítima teria sido vista saindo de um bar nas proximidades do povoado por volta das 18h. De acordo com o depoimento do motorista, o atropelamento ocorreu às 19h20 do sábado, dia 17 de junho. O corpo só foi localizado no dia seguinte. O delegado responsável pelo inquérito, Dr. Rodrigo Fernando, disse que Jeoval irá responder por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) na direção de veículo, qualificado pela omissão de socorro. O motorista responderá às acusações em liberdade. (Giro Ipiaú)