quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Ipiaú: Morre aos 91 anos o ilustre professor Tatai

Professor Tatai era muito conhecido e querido na comunidade.
Faleceu na tarde dessa quarta-feira (06), em sua residência no bairro da Conceição, o alfaiate, professor primário, bacharel em filosofia, advogado, ex-vereador, poeta e cidadão ipiauense, Edvaldo Santiago, Tatai. A informação foi confirmada ao GIRO pela família. Lutando contra um câncer, o professor Tatai teve sua saúde agravada desde o último final de semana. O corpo está sendo velado em sua residência. O sepultamento ocorrerá às 09h dessa quinta-feira, 7, no cemitério velho.
Professor Tatai era uma das reservas morais e intelectuais de Ipiaú.
Natural de Nazaré das farinhas, veio para Ipiaú como alfaiate,  aos 18 anos, a convite dos irmãos Américo e Aloísio Castro, e nesta cidade conheceu sua primeira e única namorada - Wanda Santiago, com quem se casou em 1948, tendo 8 filhos, 17 netos e mais de 10 bisnetos, Professor, Filósofo, Advogado, foi diretor e fundador do GAMI (Ginásio Agrícola do Município de Ipiaú), diretor e fundador do GEI, vereador por 33 anos consecutivos, um dos fundadores do Rotary Clube de Ipiaú,  maçom, religioso, tinha o dom da oratória, era amante da literatura, exímio escritor de crônicas e contos,  hábito que cultivou até pouco antes de adoecer, apaixonado pela vida e pelo ser humano e acima de tudo pelos exemplos de vida do mestre Jesus, principalmente o amor entre os povos,  a humanidade,  o perdoar e o amar ao próximo como a si mesmo. Tatai deixa um legado de paz e fraternidade humana.

No último domingo o jornalista José Américo postou em seu perfil no facebook uma crônica em homenagem ao Professor Tatai. O cronista cita que o homem vem em cumprimento de missão e depois volta à casa do pai. Confira:

O Sol e o Homem
O Sol nasce. O Homem nasce. Desperta, em arte e memória, iniciando a sua história. Missão.
O Sol ilumina, traz o dia, irradia, esblandece. O Homem obedece, faz o que lhe é capaz e merece. Agradece. O Homem também brilha,ilumina, ensina... É reflexo.

Tatai, alfaiate, professor, filosofo, advogado, doutor Edvaldo Santiago, elemento raro e grandioso, debaixo da luz solar. Venceu dificuldades, resignou-se diante do que não foi possível, compreendeu que Deus não desampara, pois é Pai Eterno. E terno Tatai sempre foi. É.

Preparou-se pra vida. Deixa escrita uma história de Paz. Bom pai, bom marido, conselheiro, amigo, obreiro... Semeou o bem, colheu belas flores, conectou-se com o divino, se fez lindo em sua essência, ciência de muita grandeza.

Preparou-se. A travessia requer maestria e o marinheiro é capaz de conduzir o barco ao seu destino. O navegante é só concentração, mas sabe quem lhe navega é o mar. ”É ele quem lhe carrega como não fosse levar”.

Tatai, bem lhe cabe, agora, o que canta Paulinho da Viola: “E quanto mais remo mais rezo/Pra nunca mais se acabar/Essa viagem que faz/ O mar em torno do mar”. Vento em polpa, concentração, conexão, desprendimento, preparação. Espiritualidade em alta. A casa do pai. De Leste a Oeste, do Oriente ao Ocidente, o Sol faz sua trajetória luminosa. Nascente e poente. Nasce e renasce, cumpre sua missão. Assim é o Homem.

2 comentários:

Postar um comentário