sábado, 30 de setembro de 2017

PM morto em shopping de Salvador estava com quase R$ 4 mil no bolso

Sepultamento do corpo do PM no cemitério Bosque da Paz (Foto: Almiro Lopes/ CORREIO)
O subtenente da Polícia Militar Fabiano Fortuna e Silva, 40 anos, estava com R$ 3.960 no bolso quando foi baleado durante um assalto no estacionamento do Shopping Paralela, nesta quinta-feira (28). A informação foi divulgada pelo pai da vítima, o músico Luiz Carlos Bastos, 65, durante o sepultamento do PM na tarde desta sexta (29). Ele contou também que o filho, que morava na Mata Escura, recebeu a chave do apartamento novo, no São Rafael, um dia antes de morrer. Fortuna teria sacado o dinheiro e foi até o shopping para comprar acessórios para o imóvel novo. Ele foi abordado durante um assalto, mas os bandidos fugiram sem levar o dinheiro. Apenas arma da vítima foi roubada.
Subtenente morreu no hospital após ser baleado no shopping
"Na quinta-feira, ele saiu com R$ 3.960 e foi para o shopping para comprar os acessórios para o apartamento dele, porque era muito organizado. Ele estava saindo do shopping, na moto dele, quando tinham dois sujeitos assaltando uma senhora. Ele foi abordado por um dos bandidos, que mandou ele sair da moto. Ele estava de bermuda e camisa, e quando foi descer da moto, a arma, que estava na cintura, apareceu. O cara viu, deu um murro nele e atirou. Não deu tempo dele sacar a arma", afirmou Bastos. O crime aconteceu por volta das 15h30. Fortuna caiu ainda com o capacete na cabeça, e os bandidos fugiram deixando para trás a vítima, o dinheiro, carteira, celular e a moto nova do PM, avaliada em R$ 15 mil. Socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Geral Roberto Santos, no Cabula, Fortuna morreu cerca de 3h horas depois.
*CORREIO

0 comentários:

Postar um comentário