quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Política: Senado decidirá na semana que vem se reverte afastamento de Aécio pelo STF

Os senadores pretendem derrubar a decisão da 1.ª Turma do STF
O plenário do Senado aprovou nesta quinta-feira, 28, por 43 votos favoráveis e 8 contrários, requerimento para votar com urgência a decisão do Supremo Tribunal Federal que suspendeu o mandato e impôs restrições de liberdade à noite ao senador Aécio Neves (PSDB-MG). A votação em si, no entanto, foi postergada para a próxima terça-feira, 3. Apesar da urgência, o requerimento não previa uma data para a votação. Ele foi assinado por líderes partidários e articulado pelo senador Paulo Bauer (SC), que comanda a bancada do PSDB. Bauer pediu o adiamento e conseguiu um acordo no plenário para ganhar tempo. Os senadores acreditam que divergências entre os ministros do STF levem o tribunal a rever a decisão da 1.ª Turma, onde as punições foram aprovadas por 3 a 2. Os senadores pretendem derrubar a decisão da 1.ª Turma do STF, comunicada na noite da quarta-feira, 27, à Mesa Diretora do Senado. Mas preferiram evitar um choque entre Poderes. 

0 comentários:

Postar um comentário