sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Porto de Ilhéus bate recorde em exportação de óxido de magnésio

Segundo a Codeba, 23 mil toneladas de óxido de magnésio já foram exportadas pelo terminal.
O Porto de Ilhéus fará a terceira exportação de carga de óxido de magnésio neste ano, numa operação controlada pela Intermarítima. Serão 8 mil toneladas do produto exportadas para os Estados Unidos. Segundo a Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba), 23 mil toneladas de óxido de magnésio já foram exportadas pelo terminal ilheense em 2017. O último embarque ocorreu na terça (29). O volume deste tipo de carga movimentado em 2017 supera em muito o de 2016, quando foram embarcadas apenas 7 mil toneladas. “A operação do óxido excede a média anual, que é de um a dois embarques. Temos muito a comemorar, sobretudo porque já está confirmada para mais uma operação do produto. Nossa previsão é chegar a 30 mil toneladas em 2017”, comenta a gerente do Porto de Ilhéus, Bárbara Láudano. O óxido tem origem na fábrica da IBAR Nordeste, em Brumado, empresa responsável pela extração, beneficiamento e calcinação controlada da magnesita, que dá origem ao composto. A participação do óxido na cadeia produtora inclui as atividades de Indústrias Química e Siderúrgica, além de agricultura, nutrição animal, construção civil, dentre outras.
*Blog do Pimenta

0 comentários:

Postar um comentário