sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Escritor Achel Tinoco lança mais um livro infantil em Ibirataia

Livro será lançado nesta sexta-feira em Ibirataia.
No finalzinho da tarde desta sexta-feira, 27, o  coreto do jardim da principal praça da cidade de Ibirataia será palco do lançamento do terceiro livro infantil do poeta e escritor Achel Tinoco. "A Rãzinha Juju e o Sapo-Cururu", é uma obra literária que sobretudo se destaca como uma declaração de amor. A estória fala de um monstro que estava destruindo uma floresta e foi enfrentado pela pequena Rãzinha Juju. No desenrolar da trama o monstro se apaixona por “Juju” e para ficar mais perto dela se transforma num sapo de nome “Titu”. O livro é prefaciado pela escritora Renata Fernandes e ilustrado pelo designer carioca Marcos Vieira.
Achel Tinoco é autor de 18 livros.
Achel Tinoco nasceu noutras terras, lá pras bandas de São Domingos do Capim, nas matas do Pará, assistido pelos macacos que se ajuntaram na janela para vê-lo estrear... Mas ainda na primeira infância, fugiu do impaludismo e veio para a Bahia, morar em Ibirataia. Foi ali na fazenda Vila Ferreira, onde passou toda a infância e a adolescência que encontrou a inspiração dos primeiros versos e prosas. Fez os cursos de Letras e Administração de Empresas. Mas queria mesmo era escrever, e um dia resolveu ser um escritor.

Achel é autor de 18 livros, prefaciados por autores renomados como o professor Pasquale Cipro Neto, Hélio Pólvora, Ildázio Tavares, Ivan Lins, José Louzeiro, Moacyr Scliar, dentre outros. Nunca se esqueceu de Ibirataia, tanto que em muitos dos seus livros a cidade e seus arredores são citados. Neles buscou personagens e ambientes. "A Rãzinha Juju e o Sapo-Cururu" é um exemplo disso, ambientado na Lagoa Redonda, encravada numa de nossas matas, bem próximo da antiga “Tesouras”. As duas outras obras da literatura infantil de Achel Tinoco são : “O Descobrimento do Brasil pelas crianças” e “O beija-flor que não sabia voar”. (Giro/José Américo Castro).