sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Major e delegado abordaram segurança pública em Ipiaú durante programa de rádio

Comandante da PM e o delegado da Polícia Civil participaram do programa de rádio.
Apresentado pelo radialista Amarelinho, o programa Notícias em Foco, na FM Ipiaú, discutiu na manhã dessa sexta-feira (06), a segurança no município de Ipiaú. O programa contou com as participações do Major Jocevã Oliveira - Comandante da 55ª CIPM - e do delegado titular da Delegacia Territorial de Ipiaú, Dr. Ivan Lessa. As autoridades policiais informaram que vêm realizando reuniões nos últimos dias traçando estratégias mais intensivas a serem desenvolvidas no combate a criminalidade. 

O major Jocevã destacou que a sensação de insegurança reclamada por parte da comunidade tem sido provocada pela disputa do tráfico de drogas entre duas gangues na cidade. "O nosso trabalho é para prevenir qualquer tipo de crime, independente de quem seja a vítima, mas perceba que as mortes que vêm ocorrendo em Ipiaú são de pessoas que em outros momentos foram autoras de crimes também, são vinganças entre eles", disse Jocevã. O major ressaltou que a Polícia Militar está realizando o seu papel com prisões, blitzes em pontos estratégicos da cidade e recuperações de veículos roubados. O comandante citou como exemplo a prisão de Judson Paixão Barreto, ocorrida na última quarta-feira, o qual é apontado como um dos responsáveis por ordenar alguns dos homicídios registrados nas últimas semanas. 

O delegado Ivan Lessa pontou que neste ano, dos 22 homicídios já registrados, a Polícia Civil já conseguiu elucidar 67% dos crimes, alguns desses já encaminhados à justiça com as representações. "O trabalho está sendo feito nesse sentido de minimizar esses eventos criminosos, cercear a liberdade desses criminosos, recolhendo-os aos presídios ou aqueles que já estão encarcerados, conseguimos leva-los à unidades onde eles tenham pouca chance de tornar novamente a praticar crimes, mesmo de dentro dessas unidades prisionais. O que acontece em Ipiaú, infelizmente, não é diferente do que ocorre em qualquer parte do país", comentou o delegado. Ele ressaltou, mais uma vez, a importância da participação da comunidade nas denúncias. As duas autoridades policiais reforçaram na entrevista que as polícias estão preparadas para o combate a criminalidade. (Giro Ipiaú)

0 comentários:

Postar um comentário