sábado, 28 de outubro de 2017

Livro conta a saga de uma cangaceira que viveu nas regiões de Jequié e Ipiaú

Será neste sábado, 28, no Centro Cultural de Jequié, às 19 horas, o lançamento do livro “Anésia Cauaçu (Lenda e História no Sertão de Jequié). O autor é o competente jornalista Wilson Midlej, cidadão honorário de Ipiaú e membro do Coletivo Cultural. No próximo dia 10 de novembro ele estará lançando a obra para o público ipiauense, no Casarão de Zé Américo. Esse evento marcará a inauguração de uma série de saraus que ocorrerão neste espaço cultural alternativo da cidade. O jornalista, escritor e doutor em comunicação, Sérgio Mattos define o novo livro de Wilson Midlej como “Um Romance Histórico”. - Em Anésia Cauaçu, o jornalista e ficcionista Wilson Midlej reconstrói acontecimentos, costumes e personagens históricos, descrevendo com minúcias aspectos antropológicos, axiológicos, culturais, jurídicos e sociológicos que caracterizam as guerras e lutas empreendidas pelos coronéis na disputa pelo poder político, principalmente no período de 1909 e 1916-. Sérgio Mattos acrescenta que  “a história do bandidismo, do cangaço e da colonização italiana na região é narrada e entremeada  com as atrocidades cometidas pelas forças oficiais enviadas pelo governo para manter a ordem”. A narrativa, embasada no roteiro do filme sobre Anésia Cauaçu, figura lendária e personagem central do romance, descreve as ações dessa mulher –guerreira, mulher-bandida, capoerista e boa de mira com arma de fogo. Ela foi cantada  por cordelistas nas feiras e ruas da região como sendo a Musa do Gangaço. “Ao ler este romance histórico, o leitor é transportado para o cenário das batalhas, narradas com detalhes que estimulam a visão dos acontecimentos como se lá estivesse presente ou como se assistisse a um filme”, conclui Sergio Mattos.  (Giro/José Américo Castro).