segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Mulher é encontrada morta com sinais de abuso sexual em Salvador

Marília Andrade foi encontrada morta com sinais de abuso sexual em Salvador.
Uma mulher de 32 anos foi encontrada morta por enforcamento, no sábado (30), em um trecho da BA-526, mais conhecida como estrada CIA-Aeroporto, em Salvador. De acordo com informações da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), o corpo da vítima, identificada como Marília Matércia Andrade Sampaio, tinha sinais de abuso sexual. Um homem suspeito de cometer o crime foi preso, no bairro de Mussurunga, na capital baiana, horas após a mulher ser achada morta. Conforme a SSP, o suspeito, identificado como João Paulo Castro Moreira, de 30 anos, é dono de um lava a jato e teria usado o carro de um cliente para abandonar o corpo da vítima na rodovia. Segundo a secretaria, a mulher era funcionária de uma empresa de prestação de serviços e trabalhava como recepcionista em um edifício comercial, na Avenida ACM. A vítima foi encontrada com a farda da empresa. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Salvador, onde será periciado. A vítima deixa um filho. 
Homem foi preso suspeito de cometer o crime (Foto: Divulgação/SSP)
A polícia investiga se o suspeito e a vítima tinham um relacionamento. De acordo com a SSP, familiares da mulher contaram que a vítima era solteira, mas que há alguns dias havia falado sobre uma pessoa que tinha conhecido. Ainda segundo a SSP, o envolvimento do homem com outros crimes semelhantes, cometidos em outros bairros da capital baiana, também está em apuração. O suspeito foi autuado em flagrante por homicídio e está custodiado com a Polícia Civil, à disposição da Justiça. O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
*Informações do G1

0 comentários:

Postar um comentário