sexta-feira, 27 de outubro de 2017

TCM rejeita contas de três Prefeituras e duas Câmaras baianas

Câmara de Itabuna foi uma das que teve as contas rejeitadas pelo TCM.
Na tarde desta quinta-feira (26), o Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA) rejeitou as contas de duas Câmaras de Vereadores e de três prefeituras baianas. De responsabilidade de Aldenes Meira Santos, as contas da Câmara de Itabuna relativas ao ano de 2016 foram rejeitadas devido às despesas irrazoáveis. De acordo com o relatório do conselheiro Plínio Carneiro Filho, Meira Santos foi multado em R$ 3 mil. O conselheiro considerou exorbitante os gastos realizados com publicidade, no valor de R$ 405.445,11, "vez que afronta diretamente os princípios constitucionais da razoabilidade e economicidade". Na mesma sessão, o pleno opinou pela rejeição das contas da Câmara Municipal de Monte Santo, na gestão de Paulina Maria de Oliveira, referentes ao exercício de 2016. As contas foram rejeitadas em razão do descumprimento de determinação do TCM para o pagamento de multa no valor de R$ 3 mil. Dessa vez, ela foi multada em R$ 1.500,00 pelas irregularidades remanescentes no parecer. As prefeituras que caíram no pente-fino da Corte na sessão foram as de Boninal, Itiruçu e Lajedo do Tabocal.

0 comentários:

Postar um comentário