sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Jackson Costa apresenta hoje o Sarau do Poeta em Ipiaú

Jackson Costa e convidados participarão do Sarau do Poeta no Colégio Santo Agostinho.
O “Sarau do Poeta” com o ator  Jackson Costa e convidados, acontece na noite desta sexta-feira, 17 de novembro, no Colégio Santo Agostinho, às 21 horas. Neste espetáculo a palavra conduz a música por inexploradas cadências e resgata a musicalidade e os versos da Bahia eternizada nas obras de Dorival Caymmi, Jorge Amado, Gregório de Mattos e Castro Alves. Tem ainda poemas de João Cabral de Melo Neto e Fernando Pessoa. A poesia grapiúna será representada nos versos de Sosígenes Costa, Ramon Vane e José Delmo. Acompanhando Jackson e trazendo clássicos do cancioneiro nordestino e brasileiro estarão os músicos Joaquim Carvalho (violão e voz); Dinho Santana (violão e violino) e Sidney Argolo ( percussão). Tem ainda a participação do sanfoneiro Celo Costa. 
Poeta José Américo Castro fará participação no Sarau.
O ator tem mais de 30 anos no teatro, cinema e televisão, com peças que foram sucesso de critica e formadora de publico no teatro baiano a exemplo de Los Catedrásticos, Dona Flor e Seus Dois Maridos, Vixe Maria, Deus e o Diabo na Bahia. Jackson Costa foi um dos primeiros atores baianos a fazer atuações expressivas na TV Globo. Trabalhou em novelas e minisséries de sucesso como Renascer, Pedra Sobre Pedra, Duas Caras, Gabriela, Paraíso, Verdades Secretas, A Pedra do Reino, Dalva e Herivelto- Uma Canção de Amor e Tocaia Grande. Também foi apresentador do programa “Aprovado” transmitido nas manhãs de sábado pela TV Bahia. No cinema atuou nos filmes “Estranhos”, “Revoada”, “Lua Nova”, “O Vestido”, “Darcy”, “Bela Donna”, “Jenipapo” e “O Dono do Mar”, dentre outros. Jackson Costa é um dos poucos atores do Brasil a desenvolver um trabalho de interpretação de poemas, explorando-os nas suas diversas maneiras, aproximando a poesia do povo, a ponto de ser chamado, por muitos, de poeta. A convite de Jackson Costa participam do Sarau os poetas José Inácio e José Américo Castro.

0 comentários:

Postar um comentário