quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Servidores do TJ-BA lideram faltas com atestados: média de 24 por ano

O levantamento foi realizado pelo CNJ (Foto: Arquivo/Correio)
Os servidores do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) têm o maior percentual de faltas motivadas por doenças do Judiciário brasileiro. Na média, cada servidor faltou 24 dias por questões de saúde em 2016, segundo levantamento do Departamento de Pesquisas Judiciárias (DPJ) do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), divulgado nesta terça-feira (21) e que utiliza dados dos próprios tribunais. A média da Justiça brasileira é de 8 dias de falta por servidor, por ano. Com 6,3%, os servidores da Corte baiana apresentaram índice três vezes maior que a média do poder Judiciário (com as Cortes eleitorais, estaduais, federais, militares, Superiores e do Trabalho), de 2,1%. A média da Justiça estadual foi de 1,9%. Os sindicatos de servidores falam em excesso de trabalho. Os servidores do TJ-BA são seguidos, entre as Cortes estaduais, pelos do Tribunal de Justiça do Pará (TJ-PA), com 4,7%, e pelos servidores do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO), com 3,3%. O menor índice de faltas motivadas por doenças entre os juízes foi registrado pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), com 0,0%. Nacionalmente, cada magistrado se ausentou em 2016 durante 6 dias no ano (índice de 1,6%). *CORREIO

0 comentários:

Postar um comentário