quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Entre janeiro e novembro de 2017 a Bahia registrou 49 casos de feminicídio

Crimes contra mulheres cometidos no mês de dezembro ainda não foram contabilizados.
A Bahia registrou 49 casos de feminicídio de janeiro até 30 de novembro deste ano, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) divulgados nesta quarta-feira (27). Do total de casos, 22 aconteceram na capital baiana, o que significa quase a metade dos crimes. Além dos dados referentes ao crime, a SSP-BA informou ainda que 1.733 medidas protetivas estão em vigor no estado. O comandante geral da Polícia Militar Anselmo Brandão ressalta que, para proteger as mulheres que estão sendo vítimas de qualquer violência, é necessário que elas denunciem os casos à polícia. Para a desembargadora e responsável pela Coordenadoria da Mulher do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Nágila Brito, os números da Secretaria de Segurança Pública estão muito abaixo do da quantidade real de casos. Ela reforça a importância da denúncia, pois na maior parte dos casos, os homens premeditam os crimes, enquanto as mulheres não acreditam que a situação possa resultar em uma agressão ou outro tipo de crime. “As mulheres têm que ter cuidado. Não pensar: ‘Ele não vai fazer porque ele me ama’, ou sentir pena. Pena depois é deixar os filhos órfãos”, disse Nágila Brito. *Informações do G1