terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Homicídio do cantor Netto Paz completa mais de 60 dias; até o momento ninguém foi preso

Cantor foi assassinado no dia 24 de outubro (Foto: Reprodução)
O homicídio do cantor e pastor Netto Paz completou, no último domingo (24), 60 dias e até o momento ninguém foi preso ou sequer há mandados de prisão em aberto. Na época do assassinato – ocorrido em 24 de outubro (lembrar) no trevo da BR-101 com a BR-650, à cerca de 3km de Ibirapitanga – chegou-se a divulgar a implantação de uma força tarefa formada por dois delegados e diversos investigadores para investigar o crime, mas até o momento o homicídio, que chocou e causou comoção em toda a Bahia, continua impune. Ainda a época do crime, chegou-se a ventilar pela imprensa a possibilidade de o cantor ter sido confundido, mas essa hipótese foi prontamente refutada pelo delegado Lane Almeida, que conduz as investigações. Almeida afirmou que não havia dúvidas de que o homicídio de Netto tratava-se de uma execução. “A gente sabe que a polícia está fazendo o seu trabalho, mas essa demora e falta de informação aumentam a revolta. Queremos os responsáveis atrás das graves”, disse, sob a condição do anonimato, um Pastor. O Ubatã Notícias entrou em contato com a Delegacia Territorial de Ibirapitanga, mas foi informado por um agente que só o delegado – que não estava na unidade – teria autorização para falar sobre o caso. Por ora, demora, angústia e comoção. *Informações do Ubatã Notícias

0 comentários:

Postar um comentário