sábado, 2 de dezembro de 2017

Tecnologia: Dicas de segurança virtual

Hoje falaremos sobre um tema muito importante, que é a segurança em ambientes virtuais. É muito comum, pagarmos contas, realizarmos transferências, fazer investimentos, entre outras tantas facilidades pela internet. Mas como podemos ter certeza de que o site ou o ambiente que estamos operando, é mesmo seguro? Esta resposta, pode ser um pouco complexa, devido a forma como os dados são tratados, porém, simples. Basta ter alguns cuidados básicos, que podem valer sua privacidade e segurança digital. Sites bancários ou operações comerciais/financeiras, utilizam o protocolo HTTPS. Como isso é ativado? Quando acessamos um site bancário por exemplo, digitamos na barra de endereços do navegador, o site desta instituição, exemplo: www.seubanco.com.br. Quando a página começa a ser aberta, pode observar que o endereço do site, agora terá a exibição https://www.seubanco.com.br, lembrando sempre que, ao acessarmos algum site, normalmente não colocamos o HTTP, muitas vezes, nem mesmo o WWW, e mesmo assim, nossos navegadores, reconhecem o que estamos fazendo, permitindo o acesso ao mesmo.

Os navegadores, de certa forma, são inteligentes digamos assim, permite estabelecer uma conexão segura entre o seu dispositivo (pc, notebook, smartphone ou tablet) e o servidor de dados do site que deseja acessar. Se for um ambiente seguro, a primeira coisa que ocorrerá, será a conversão do HTTP para HTTPS. Outro detalhe se suma importância, é ao lado do HTTPS ou na parte inferior da tela (barra de status), aparecerá a imagem de um CADEADO FECHADO, isto significa alta segurança na transmissão de informações. Significa que suas informações, não estão sendo visualizada ou compartilhada com terceiros. São dados protegidos (criptografados). Isto vale também para sites de compra e venda do tipo Mercado Livre ou OLX por exemplo.

Vale ressaltar também que, você pode acessar um site de loja virtual, e ao acessa-la, não ver este cadeado 
e nem o protocolo HTTPS. Isso não significa que não seja um site seguro. O que ocorre é que, para a navegação simples, o protocolo HTTPS, não é ativado, porém, ao entrar no ambiente de pagamento, o site deverá ter o protocolo de segurança e o cadeado. Caso neste ambiente, não possua estas indicações, é melhor não arriscar. Deve-se pesquisar sobre o site (Reclame Aqui, pode ser um começo) ou mesmo no Procon.

Outro detalhe que se deve ter muita atenção: Todos os bancos, exigem uma senha de acesso ao site e mais uma senha confirmatória (letras de acesso ou mesmo uma senha numérica). Esta senha confirmatória, SEMPRE será inserida através de um TECLADO VIRTUAL (para evitar a captura de códigos binários de cada caractere). NUNCA digite esta senha, pelo teclado convencional. Se isto for permitido, não conclua a operação e entre em contato com o seu banco.

Atenção também, ao acessar o site. Existem os chamados sites espelhos, onde em vez de acessar www.seubanco.com.br, você pode ser direcionado para www.seubanco2.net. Instituições financeiras, bancos e simulares, NUNCA UTILIZAM terminações diferentes de .COM.BR. Fique atento!

Estes cuidados básicos, podem te livrar de muitos problemas e dores de cabeça. Até a próxima semana!

Alessandro Marcus.
Formado em Ciência da Computação pelo Centro Universitário da Cidade (Univer Cidade) – Rio de Janeiro.
Técnico de Instalações da Embratel, Oi, Hughes do Brasil, Primenet e Rural Web. 
Trabalhos já realizados nas Secretarias de Saúde e de Educação de Ipiaú, Itagibá e Barra do Rocha:
Gesac, Oi Escolas, PrimeSys (Bradesco e banco do Nordeste) – Internet Via satélite, além de Banda K.A (também via satélite) para a Oi e Hughes do Brasil.
Contato: 71 8399-3048 (Whatsapp)


0 comentários:

Postar um comentário