quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Unidade Móvel do Hospital da Mulher chega a Jequié nesta quinta-feira, 21

Unidade Móvel é um importante aliada no combate do câncer de mama e do colo do útero.
A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), em parceria com as Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), vai disponibilizar a Unidade Móvel do Hospital da Mulher para o município de Jequié, a partir desta quinta-feira (21), para atendimento a mulheres de 25 a 64 anos na realização do preventivo, e mulheres de 40 a 69 anos para a realização de mamografia. A Unidade Móvel, que é equipada com dois consultórios ginecológicos e um mamógrafo, ficará estacionada em frente Catedral de Santo Antonio. O atendimento será realizado das 7h às 17h. As pacientes deverão se dirigir ao local munidas dos documentos de identidade, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e comprovante de residência. De 21 a 23 e 26 a 29 de dezembro, a unidade móvel vai disponibilizar exames de colo do útero e de mama. Caso seja identificada alguma anormalidade, uma biópsia será realizada e, se necessário, a paciente será encaminhada para a retirada do tumor no Hospital da Mulher, no Largo de Roma, em Salvador. Com o veículo, será possível realizar 160 preventivos e 70 mamografias por dia. Os resultados desses exames serão entregues em até 30 dias. Os idealizadores do projeto ressaltam que o atendimento na unidade móvel é idêntico ao oferecido em um consultório tradicional. Acrescentam ainda que as pacientes não precisam sair do seu município para serem atendidas, pois a carreta irá percorrer todos os municípios da região de Jequié.

O Hospital da Mulher, que é referência para a Bahia em assistência à saúde da mulher, principalmente aos agravos que acometem a mama e o sistema reprodutor feminino, possui o Núcleo de Apoio Especializado (NAE), com o objetivo de atender com agilidade as pacientes que têm resultados positivos para o câncer de mama e colo de útero. O núcleo realiza um trabalho interdisciplinar, multiprofissional e humanizado pelas equipes de enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos, médicos e técnicos administrativos. Havendo a suspeita de câncer, é feito o exame clínico com o mastologista, assim como os exames complementares como ultrassonografia, mamografia e biópsias. Em seguida, o material segue para o ambulatório com identificação de necessidade de urgência. Se a paciente for diagnosticada com câncer e houver indicação, ela passará de forma prioritária por cirurgia e receberá o tratamento complementar adequado

Na região a Unidade Móvel do Hospital da Mulher realizará o seguinte cronograma de atendimento: Janeiro:  Iramaia – de 9 a 12; Planaltino – 16 a 19; Maracás – 22 a 26 e Lajedo do Tabocal, dia 30; Fevereiro: Lajedo do Tabocal,  dia 1º, Itiruçu – 6 a 09; Lafaiete Coutinho – 20 e 21; Jaguaquara – 26 a 28; Março: Jaguaquara – 1 e 2, Itaquara – 6 a 08; Santa Inês – 13 a 16; Brejões – 20 a 22; Irajuba – 27 a 29; Abril: Cravolândia – 3 e 4, Itamari – 10 a 12; Apuarema – 17 a 19, Jitaúna – 24 a 27; Maio: Ibirataia – 2 a 4; Ipiaú – 7 a 11; Barra do Rocha – 15 e 16; Itagibá – 22 a 24, Dário Meira – 29 a 31; Junho: Boa Nova – 5 a 7; Manoel Vitorino – 12 a 14, Itagi – 19 a 21, Aiquara – 27 e 28