segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Ônibus incendiados em Salvador não tinham seguro; prejuízo chega a R$ 12 milhões

61 ônibus foram destruídos no incêndio (Foto: Reprodução)
O prejuízo causado pelo incêndio que destruiu 61 ônibus da empresa Salvador Norte, do consórcio Integra, nesta segunda-feira (29) deve chegar a R$ 12 milhões. A informação foi divulgada por um dos diretores da Salvador Norte, Marcelo Santana, de acordo com o levantamento inicial da empresa. Segundo ele, o número é baseado na idade da frota, embora um ônibus novo custe, em média, R$ 400 mil. A Salvador Norte, contudo, ainda não sabe dizer qual era o tempo médio de vida dos coletivos atingidos na garagem que fica na Avenida Santiago de Compostela, no Parque Bela Vista, em Brotas. Nenhum dos veículos tinha seguro. Para a prefeitura de Salvador, contudo, o prejuízo estimado chega a R$ 20 milhões. “Ainda não sabemos quais são as causas do incêndio, nem onde começou. Quem vai dizer é a perícia do DPT (Departamento de Polícia Técnica). Foi por volta de meia-noite, mas conseguimos tirar boa parte dos carros, só que esses veículos têm muita fibra”, afirmou, em entrevista ao CORREIO.  A prefeitura de Salvador, por outro lado, informou que 78 ônibus foram destruídos - 62 tiveram perda total e 16 parcial.  Segundo Santana, a garagem abriga cerca de 230 coletivos. No momento em que o incêndio foi percebido, estavam no local a equipe de manobristas e a equipe de operação da garagem, que acionaram a brigada de incêndio do local. Ao todo, a Salvador Norte conta com 874 ônibus, além de 80 veículos da frota reserva: Eles ficam em cinco garagens. Além da que foi atingida pelo incêndio, há duas em Pirajá e duas em São Cristóvão. *CORREIO