quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Suspeito de estupro em boate em Jacobina tem prisão preventiva decretada

Suspeito foi preso em flagrante (Reprodução/TV Bahia)
Marcus Rodrigues de Souza, 34 anos, foi preso suspeito de estuprar uma jovem dentro de uma boate em Jacobina, na Bahia, na noite de 31 de dezembro. Na terça-feira, a Justiça converteu a prisão em flagrante do suspeito para preventiva. Marcus confessou o crime, segundo a Polícia Civil. Um laudo pericial também comprovou o estupro. “O trabalho policial foi exitoso, tanto que a Justiça acatou nossa solicitação para converter em flagrante a prisão preventiva”, diz Flávio Góis, diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin). O suspeito está detido na delegacia de Jacobina. A polícia também enviou ofício para o hospital onde a vítima foi atendida para que as roupas que ela usava na noite do crime sejam periciadas. O material ainda não foi entregue. “Isso não prejudica o inquérito, pois outras providências foram tomadas, como a oitiva de testemunhas e a apreensão de vídeos da boate”, acredita Góis. De acordo com a investigação, a vítima foi com amigos para "Boate Miranda". Por volta das 3h, na saída do banheiro, ela encontrou com Marcus e pediu ajuda para encontrar o grupo de amigos. Nesse momento, Marcus levou a vítima para perto de uma saída de emergência, onde a estuprou. Segundo informação da TV Bahia, Marcus já responde a um processo por estupro de vulnerável, em ação movida em 2014 pelo Ministério Público em Capim Grosso. *Informações do CORREIO