quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Policiais militares terão câmeras presas às fardas no Carnaval de Salvador

Dispositivo eletrônico será preso à farda dos PMs para transmissão de imagens em tempo real.
Um dispositivo eletrônico com uma câmera presa ao fardamento dos policiais é uma das novidades tecnológicas que será usada pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) para garantir a segurança dos foliões no Carnaval de Salvador este ano. O equipamento, chamado 'body worn', vai oferecer uma maior fiscalização do que acontece dentro da festa. “Ainda estamos em fase de teste. Começamos a usar na Lavagem do Bonfim e outras festas. No Carnaval, vamos utilizar em algumas patrulhas que atuarão em determinadas áreas de risco. As imagens serão lançadas em tempo real para os nossos centros de operações. Isso faz com que a polícia tenha uma reação mais imediata”, declarou o secretário da pasta, Maurício Barbosa, na manhã desta terça-feira (6), durante apresentação das ações da SSP para o Carnaval, no Hotel Fiesta, no Itaigara. As body worns serão aplicadas de forma experimental no Carnaval 2018, munindo de informações das ruas as equipes de plantão do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) e ajudando no acionamento das equipes em situações críticas.

A nova tecnologia oferece o acompanhamento não só das imagens, mas também dos áudios dos locais, além de alertar o sistema em casos de policiais atingidos.Além das bodys worns, outras 236 câmeras espalhadas pelos circuitos da festa transmitirão imagens em tempo real para o Centro de Operações e Inteligência Dois de Julho. Também fazem parte da estrutura de segurança da festa 64 postos policiais só em Salvador e três Centros Integrados de Comando e Controle Móveis. O equipamento será usado pelas forças de segurança após a folia. *CORREIO

0 comentários:

Postar um comentário