sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Região: Morre outro integrante de quadrilha liderada por “Bruno Igrapiúna”

Segundo a polícia, Joe tinha a missão de matar o delegado de Ibirapitanga.
Mais um integrante da quadrilha liderada por "Bruno de Igrapiúna", foi morto na madrugada dessa sexta-feira (23), na Operação RODOTEC. Segundo informações policiais, Joemerson Teles dos Santos, apelidado de "Joe", resistiu à prisão e tentou fugir pela BR-101, em Alagoinhas. O criminoso teria atirado numa viatura da CIPE Linha Norte. Houve revide das guarnições e "Joe" foi baleado. Ele ainda chegou a ser socorrido até o Hospital Municipal Dantas Bião, onde foi constatada a morte. Ainda conforme informações policiais, Joe estava em um carro fugindo com a esposa e o filho para a cidade de Maceió-AL. A polícia tentava cumprir um mandado de prisão expedido pela Vara Crime da Comarca de Camamu. No informativo divulgado pela polícia, Joe é apontado como o quarto individuo na hierarquia desta organização criminosa e uma de suas responsabilidades para os dias seguintes, seria o planejamento e a execução da morte do delegado da cidade de Ibirapitanga, Dr. Lane Andrade. 
Na noite de quarta-feira outros integrantes da quadrilha morreram na ação policial.
A Operação Rodotec é desencadeada pelas Policias Civil, Militar e Federal foi deflagrada na noite desta quarta-feira (21) com o objetivo de desarticular uma quadrilha envolvida em assaltos a banco, roubo de cargas, extorsão mediante sequestro e homicídios. O grupo agia principalmente nos municípios de Ibirapitanga, Camamu, e cidades do sul e baixo sul baiano. Na noite da última quarta-feira morreram em confrontos com a polícia, o líder da organização criminosa, "Bruno de Igrapiúna" (morto em Simões Filho), "Júnior Pedreiro" (morto em Ibirapitanga) e "Del de Igrapiúna" (morto em Capim Grosso). Nesta sexta-feira, outro integrante do grupo foi morto na zona rural de Ibirataia. Bug estava escondido numa casa e teria resistido à prisão. Ele foi baleado e morreu a caminho do hospital municipal de Ibirataia. A operação ainda prossegue em busca de outros integrantes da organização criminosa. *Com informações do Ubatã Notícias