sexta-feira, 2 de março de 2018

Defensoria Pública questiona Correios sobre reajuste de 31% na Bahia

(Foto: Arquivo CORREIO)
A Defensoria Pública da União (DPU) no Rio de Janeiro abriu procedimento para avaliar os reajustes de preços a serem aplicados pelos Correios a partir do próximo dia 6. Uma das ações da empresa é passar a cobrar R$ 3 para cada encomenda enviada para a cidade do Rio. A justificativa é a violência na cidade. Os Correios também informaram que haverá um reajuste para os serviços oferecidos à população. Em média, para objetos postados entre capitais e em âmbitos locais, serão reajustados em 8%. A DPU enviou um ofício à estatal questionando quais serviços de encomenda serão alcançados pelos aumentos de preços, qual o valor de cada reajuste, quais os fundamentos financeiros para fazer o cálculo e quantos consumidores serão atingidos. Na Bahia, os serviços podem chegar a 31% de reajuste. O aumento tem preocupado consumidores, empreendedores e até o Mercado Livre. A Defensoria questionou ainda a cobrança específica para o Rio e pergunta se houve cobranças extras para outros estados com problemas de insegurança. *Com  informações do CORREIO