quarta-feira, 7 de março de 2018

Fórum Social Mundial em Salvador terá representantes de 120 países

Liderenças de movimentos sociais participaram da coletiva de imprensa do Fórum Social Mundial.
Entre os dias 13 e 17 de março, Salvador deve receber cerca 60 mil pessoas, sendo 10 mil de outros países, em mais de 1,5 mil atividades integradas ao Fórum Social Mundial. A última edição do evento ocorreu no Canadá há dois anos. Na Bahia, que sedia pela primeira vez o encontro, a expectativa da organização é de que os atos e reuniões estabeleçam uma agenda convergente entre os movimentos sociais nacionais e internacionais. Representante da Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais (ONGs) e membro do Fórum Social Mundial, Damien Hazzard conversou com o G1, na manhã desta terça-feira (6), durante coletiva à imprensa que apresentou as diretrizes do evento. Hazzard contou que o Fórum Social Mundial, no Canadá, apesar de ter apresentado um protagonismo da juventude, se assemelhou a uma espécie de "turismo político" isolado por conta das dificuldades de acesso de algumas lideranças ao país. Neste ano, ele considera que a expressividade política, vinculada às demandas sociais, irá prevalecer. *G1/Bahia