quarta-feira, 7 de março de 2018

Justiça concede habeas corpus para ex-integrantes da New Hit

(Foto: Evandro Veiga/Arquivo CORREIO)
O Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA) concedeu habeas corpus coletivo aos ex-integrantes da banda New Hit, condenados a 10 anos e oito meses de prisão pelo estupro coletivo de duas adolescentes na cidade de Ruy Barbosa, Centro Norte do estado. A decisão foi da Segunda Turma da Primeira Câmara Criminal da corte, na tarde desta terça-feira (6). Com a decisão, os ex-membros do grupo de pagode Eduardo Martins Daltro de Castro Sobrinho, Edson Bonfin Berhends Santos, Willian Ricardo de Farias, Weslen Danilo Borges Lopes, Michael Melo de Almeida, John Ghendow de Souza Silva, Guilherme Augusto Campos Silva e Alan Aragão Trigueiros, Jeferson Pinto dos Santos e Carlos Frederico Santos de Aragão já deverão ser liberados nesta quarta-feira (7), de acordo com o advogado dos músicos. Os pedidos de habeas corpus foi impetrado em conjunto pelos advogados de defesa dos condenados. O advogado Cleber Andrade informou ao CORREIO que a execução provisória foi “prematura” e o TJ-BA teria reconhecido “a discrepância”.