quinta-feira, 29 de março de 2018

Secretário da Agricultura de Ipiaú participou da audiência pública em defesa do cacau, em Brasília

Valnei Pestana teve importante participação na audiência pública em Brasília (Fotos: Divulgação)
O secretário de Agricultura do município de Ipiaú, Valnei Pestana, teve uma importante participação na audiência pública que a Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) do Senado Federal, promoveu para discutir o Projeto de Lei da autoria da senadora Lídice da Mata -PSB/Ba- que prevê um percentual mínimo de 35% de cacau em todo chocolate produzido e comercializado no Brasil. Valnei utilizou o seus conhecimentos de medicina para defender o valor nutritivo do cacau e a sua importância na saúde humana. Na oportunidade, ele reforçou o argumento de que com um maior percentual de cacau o chocolate tornará o produto fabricado no Brasil bem mais saudável e competitivo. “É uma questão de saúde pública”, sintetizou o secretário. A senadora Lídice da Mata está confiante na aprovação do Projeto de Lei 93/2015, de sua autoria que prevê um percentual mínimo de 35% de cacau em todo chocolate produzido e comercializado no Brasil.
Atualmente, a taxa exigida é de 25% enquanto que em países da Europa, o menor percentual está na casa de 32%. O projeto da senadora baiana deve ser apreciado e, se aprovado na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, segue para a Comissão do Meio Ambiente, onde será votado em caráter terminativo. Para a senadora Lídice da Mata, o sul da Bahia e outras regiões brasileiras podem viver um novo ciclo do cacau, com a venda não só do fruto como commoditie, mas como produto de valor agregado, gerando mais riquezas e beneficiando um número maior de pessoas. Outros participantes da audiência sustentaram que a produção brasileira de cacau fino requer a concessão de crédito rural para os produtores do setor. Os debatedores apontaram que o aumento da produtividade brasileira passa por uma qualificação do cacau, que implica em mais despesas na produção.

Casa do Chocolate
Com o objetivo de promover a qualificação de agricultores e alunos do Centro Territorial de Educação Profissional - CETEP/Ipiaú- para o beneficiamento da amêndoa do cacau, está sendo construída, no âmbito desta unidade, a Escola do Chocolate. O projeto decorre de um acordo de cooperação técnica entre o município de Ipiaú, através da secretaria de Agricultura, Governo do Estado, Ceplac e Território de Identidade do Médio Rio das Contas. A obra conta com o financiamento da Secretaria Estadual de Educação e deverá está concluída e operando em sua plenitude no mês de junho vindouro. Será mais um instrumento em favor do fortalecimento do novo ciclo do cacau. A prefeita Maria das Graças se mostra otimista com o sucesso do empreendimento e torce para que Ipiaú e região se torne um importante pólo chocolateiro da Bahia. (ASCOM/PMI).