segunda-feira, 16 de abril de 2018

Bahia: Líder de coroinhas é investigado por pedofilia em igreja

Vitor é funcionário da paróquia e atua como líder dos coroinhas (Foto: Divulgação)
Um caso de estupro de vulnerável ocorrido dentro da Paróquia Santo Antônio, da Igreja Católica, em Caravelas, no Extremo Sul da Bahia, está sendo investigado pela Polícia Civil local. A vítima é um menino de 13 anos, que relatou os abusos à polícia, após a mãe dele descobrir que o garoto estava com sífilis, adquirida possivelmente por meio do autor do suposto crime, Vitor Marques Daniel, líder dos coroinhas local. O garoto fazia parte do grupo de coroinhas da Igreja desde abril de 2017. Traumatizado, ele se afastou da Igreja após os abusos e vinha falando até em suicídio para a mãe, até revelar o caso e se sentir mais aliviado com a verdade vir à tona. No boletim de ocorrência, ao qual o CORREIO teve acesso com exclusividade e registrado dia 13 de março de 2018, o menino relata que os abusos ocorriam sob ameaça de morte a ele, a uma irmã de 8 anos e a um primo.  Leia mais no CORREIO