segunda-feira, 7 de maio de 2018

Ipiaú: Audiência Pública quer definir destino do Rio Novo Tênis Clube

Prefeitura tombou o RNTC como Patrimônio Histórico, Cultural e Arquitetônico do Município de Ipiaú.
Eclode mais um capitulo na luta pela manutenção do Rio Novo Tênis Clube como patrimônio do povo de Ipiaú. No próximo dia 16 de maio, quarta-feira, às 20 horas, acontece no Salão do Plenário da Câmara Municipal uma audiência pública para discutir o destino da instituição e adotar providencias contra uma tentativa de invasão realizada na semana passada por pessoas a mando de um homem de prenome Valdeci que alega ser dono do terreno sobre o qual foi construído o bem patrimonial, embora no documento que ele apresenta conste o nome de outro comprador da área de aforamento.
Recentemente o local foi invadido por um suposto proprietário do terreno.

No dia 2 de agosto do ano passado a prefeita Maria das Graças sancionou a Lei Municipal nº 2.277 que garante o tombamento do Rio Novo Tênis Clube como Patrimônio Histórico, Cultural e Arquitetônico do Município de Ipiaú. A decisão decorreu de um Projeto de Lei (nº 010/2017), da autoria do vereador Cláudio Nascimento que tramitou com sucesso absoluto na Câmara Municipal, sendo aprovado pela unanimidade dos membros da casa.
O tombamento determina que sejam mantidas as características originais do prédio, preservando assim uma parte importante da história do município e destinando o espaço para atividades sócio-culturais e recreativas. A Lei sancionada foi publicada no Diário Oficial do Município. A questão do Rio Novo Tênis Clube promete desdobramentos e uma longa disputa na Justiça, mas a realização de serviços às escondidas sugere intenções ilegais. Os supostos compradores do terreno alegam que a transação foi efetuada tendo como vendedora a senhora Rita Muniz Fernandes, herdeira do ex- prefeito José Motta Fernandes, dono o aforamento do terreno onde foi construído o clube. José Motta teria feito uma doação verbal à instituição que ao longo dos anos instalou diversos equipamentos no local, constituindo um significativo patrimônio. (Giro/José Américo Castro).