sábado, 12 de maio de 2018

Polícia acha corpos de gêmeos baianos no prédio que caiu em SP

Wendel e Werner, de 10 anos: restos mortais de gêmeos baianos foram encontrados nos escombros do prédio.
A Polícia Técnico-Científica de São Paulo identificou os restos mortais dos irmãos gêmeos baianos Wendel e Werner, de 10 anos, de acordo com informações divulgadas pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) neste sábado (12). Os corpos dos meninos foram encontrados na última quarta-feira (9), no local do desabamento do edifício Wilton Paes de Almeida, no Largo do Paissandu, no Centro de São Paulo. "O Núcleo de Biologia e Bioquímica do Instituto de Criminalística informa que o DNA recolhido dos remanescentes humanos de duas crianças encontrados na última quarta-feira (9) apresentou vínculo genético com o material fornecido pela família dos gêmeos", diz nota da SSP. A mãe deles, a também baiana Selma Almeida da Silva, de 40 anos, ainda é procurada nos escombros. Todos os dias, 250 mil quilos de material são removidos do local, enquanto as buscas seguem. A técnica de enfermagem Maria Almeida da Silva, lembra com carinho da irmã. “Graças a Deus, a gente era muito chegada. Somos sete irmãos, somos todos unidos. Selma tava em São Paulo, mas não tava jogada”, frisou. Outros dois filhos de Selma, a menina Kevelyn Almeida da Silva Francisco, 14, e o pequeno Itacir, 9, moram com a avó no povoado de Agreste, a 64 km de Riacho de Santana, no Sudoeste baiano. *CORREIO