quinta-feira, 3 de maio de 2018

Vendedor é morto em Eunápolis ao tentar separar briga de casal

Adriano morava no mesmo bairro onde foi assassinado e não conhecia a mulher que tentou defender.
O vendedor Adriano Fernandes Santos, de 30 anos, foi morto com um tiro ao tentar intervir em uma briga de casal, em Eunápolis, na noite de terça-feira (1º). Conforme apurou a reportagem junto a testemunhas, Adriano estava bebendo em um bar na Praça do Trabalhador, no bairro Moisés Reis, quando viu um homem armado com uma espingarda se aproximar da mulher, que estava acompanhada de algumas amigas. Com muito ciúme e ameaçando atirar, ele queria que a companheira deixasse o local. De acordo com as informações, Adriano se levantou e pediu que o suspeito se acalmasse. "Assustado, o acusado saiu do bar, mas o Adriano foi atrás dele, pedindo que não fizesse aquilo. Quando eles já estavam mais afastados, só escutamos o tiro", contou uma mulher, na condição de anonimato. Com um ferimento no abdômen, Adriano foi socorrido por uma equipe do Samu e encaminhado para o Hospital Regional. Ele morreu por volta das 4h30 da madrugada desta quarta-feira (02), após ser submetido a uma intervenção cirúrgica. Segundo pessoas próximas, Adriano morava no mesmo bairro onde foi assassinado e não conhecia a mulher que tentou defender. O vendedor tinha deixado o trabalho há pouco tempo e ainda estava recebendo o seguro desemprego. A polícia já investiga o crime e procura o acusado. *Informações do Radar 64