Na Bahia, quase 50% dos municípios não atraíram médicos pelo Provab


Na Bahia, 49% dos municípios que solicitaram médicos neste ano pelo Programa de Valorização da Atenção Básica (Provab) não atraíram sequer um profissional. Das 305 cidades baianas que pediram médicos, 156 não receberam nenhum. O balanço completo do programa, que é uma iniciativa de interiorização de médicos, foi divulgado na última segunda-feira (3) em Salvador. Apenas 24% da demanda por estes profissionais foi atendida no estado. Dos 1.942 médicos solicitados pelos municípios, 468 foram para 149 cidades. Entretanto, a Bahia foi o segundo estado nordestino que alcançou o maior número de médicos por meio do Provab, ficando atrás somente do Ceará. Este estado teve 64% da demanda por médicos atendida: dos 1.061 profissionais solicitados, 685 foram contratados para trabalhar em 140 municípios. (Correio)