Sul da Bahia é a região mais violenta do estado


Dados sobre o número da violência na Bahia foram divulgados esta semana. Em toda o estado, o aumento de homicídios foi de 23%. O crescimento teve contribuição decisiva dos municípios do interior, onde as   mortes cresceram 30%. Em Salvador e Região Metropolitana (RMS), o índice ficou em 14%. Os dados também revelaram que o sul baiano é a região mais violenta do estado. Em Porto Seguro, Extremo Sul do estado, foram mortas 133 pessoas em 2012. A cidade também registrou aumento no número de homicídios de 10% comparado a 2011. Porto Seguro sustenta ainda o maior índice de estupros entre as maiores cidades (58 casos), além de ser a 4ª colocada em usuários de drogas. No entanto, a violência que antes ficava restrita a Porto Seguro se espalhou por vizinhos igualmente turísticos. 
Antes tranquilas, localidades como Alcobaça, Caravelas, Prado, Ibirapuã, Mucurí e Medeiros Neto, onde em 2011 não se registrou sequer um homicídio, viram 56 pessoas perderem a vida de forma violenta. Por outro lado, nenhum outro município do estado viu crescer tanto os assassinatos quanto Ituberá, no Baixo Sul. De apenas um homicídio registrado em 2011 foi para 28 em 2012. Ituberá aparece na segunda colocação entre os maiores índices de mortes violentas, com 104 homicídios/100 mil habitantes. A escalada de violência na cidade mostra que subiram também os índices de tentativa de homicídio (de 4 para 12), de estupro (de 4 para 7), e de roubo e furto de veículos (de 9 para 15). A violência em Ituberá contagia toda a microrregião de Valença, da qual faz parte. Os dez municípios da região, somados, registraram aumento de 72% nos homicídios (de 90 para 155). Sem Ituberá, o aumento fica em 42%.