Mulher passa mal e morre na porta do SAC de Itabuna


O SAC ia informar que a pensão dela tinha sido liberada.
Uma mulher passou mal e morreu nesta quinta-feira (18), na porta do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), na cidade de Itabuna. A dona de casa, que tinha 53 anos, foi atendida por uma equipe do Samu, que não conseguiu reanimá-la. O atendimento no local, uma unidade integrada de serviços públicos, foi suspenso às 15h, uma hora antes do horário normal, devido à fatalidade, ocorrida por volta das 14h. “Ela chegou aqui com uma dispineia intensa, uma falta de ar muito grande, pegamos no pulso e estava muito acelerado e começamos a ver que ela não iria aguentar”, explicou Maria Fernanda Galvão, gerente do SAC. De acordo com a vizinha da vítima, Gilmara dos Santos, a mulher recebeu alta do Hospital São Lucas e foi até o SAC em busca de informações sobre um pedido de pensão. “Ela foi medicada, tomou soro, injeção, e mandaram ela vir embora. Eu ia pegar um táxi para ela, mas ela disse que não, porque tinha uma notícia pra receber no SAC”, contou Gilmara. A pensão foi liberada nesta quinta-feira, mas a vítima, que sofreu parada cardíaca, não chegou a receber a notícia. (G1)