Homem é preso acusado de matar ex-companheira em Itagibá; cobrança de pensão motivou o crime, diz polícia


Corpo de Jailza foi encontrado por populares nas margens de uma lagoa (Foto: Giro Ipiaú)
A Polícia Civil de Itagibá cumpriu nessa terça-feira (02), o mandado de prisão preventiva contra o principal suspeito de ter matado Jailza Gomes Pereira. De acordo com a delegada Graziele Quaresma, as investigações apontam que Orlando Santana é o autor do homicídio (ver aqui). A motivação estaria ligada a cobrança de pensão alimentícia. Jailza era ex-companheira de Orlando com quem teve uma criança há poucos meses.
Orlando é ex-companheiro de Jailza com quem teve um filho.

O corpo dela foi encontrado no dia 03 de Abril, nas margens de uma lagoa no Parque de Vaqueiro de Itagibá, bairro 31 de Março. O corpo despido foi encontrado em estado de gigantismo. Segundo a Polícia Civil, uma calcinha foi localizada na boca da vítima. Jailza morava no distrito de Acaraci, e, segundo familiares, saiu de casa na sexta-feira (31/03) afirmando que iria cobrar a pensão alimentícia do ex-companheiro em Itagibá, depois disso desapareceu. Orlando está custodiado no Complexo Policial de Itagibá. (Giro Ipiaú)