Prefeitura de Itagibá desmente informação de FPM zerado por não pagar INSS

A Prefeitura de Itagibá, em nota, desmentiu uma falsa informação publicada em um site da cidade itagibense anunciando que o Fundo de Participação do Município (FPM) de Itagibá foi bloqueado devido o não pagamento integral dos débitos informados na GFIP (Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social). A prefeitura rechaçou a publicação e emitiu uma nota na qual afirma que: "Após atendimento realizado junto a Delegacia da Receita Federal do Brasil - RFB em Itabuna, a Prefeitura de Itagibá protocolou solicitação de restituição de retenção efetuada indevidamente pela RFB na cota do Fundo de Participação dos Municípios – FPM na data de ontem (10) conforme documentos abaixo, em função de impasses de consolidação de dados junto ao sistema da Receita. Na oportunidade, verificou-se junto a Receita em Itabuna que os valores retidos já tinham sido pagos pelo município mediante Guia da Previdência Social - GPS e efetuada a transmissão de Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social - GFIP", informou a Secretaria de Finanças da Prefeitura.
Ainda segundo a pasta, desde da realização do parcelamento da dívida deixada pela gestão anterior da ordem de R$: 7.944.824,53 (sete milhões, novecentos e quarenta e quatro mil, oitocentos e vinte e quatro reais e cinquenta e três centavos), o município vem mantendo o recolhimento do INSS em dia e transmitindo a GFIP rigorosamente como determina a lei.