Acusado de matar avó de 76 anos é assassinado em Porto Seguro

Idosa foi encontrada morta dentro de casa, em 18 de março; neto era acusado de cometer o crime.
O homem encontrado morto na manhã desta quinta-feira (29), na zona rural de Porto Seguro, era acusado de ter matado a avó de 76 anos, há quase duas semanas. O corpo de Wesley Vieira de Oliveira, 19 anos, estava enrolado em uma lona de plástico, em um local de difícil acesso no Projeto Mangabeira. Havia diversas lesões provocadas por arma de fogo e instrumentos cortantes. Para a polícia, devido ao estado de rigidez cadavérica, Wesley já devia estar morto há mais de seis horas. Há indícios ainda que a execução tenha ocorrido em outro local. "Provavelmente, os assassinos apenas descartaram o corpo aqui", disse um policial. A polícia ainda não tem nenhuma informação sobre autoria ou motivação do crime, já que o local é deserto e não foi encontrada nenhuma testemunha. “Pessoas que estavam indo para o trabalho viram o corpo e ligaram para a central da polícia”, frisa um PM. Wesley respondia a inquérito instaurado na 1ª Delegacia Territorial de Porto Seguro, pela morte da aposentada Maria Rodrigues Vieira, 76 anos, que era sua avó. Ela foi assassinada com diversos golpes de tesoura no rosto, dentro de sua casa, no bairro Casas Novas, no último dia 18 de março. O corpo só foi encontrado pela filha no dia seguinte. As investigações apontaram que a aposentada foi morta pelo neto porque não lhe deu dinheiro para comprar drogas. No dia anterior, ela já havia lhe dado R$ 300,00. *Informações do Radar 64