Morre policial militar baleado na cabeça durante assalto em pedágio

O crime aconteceu na última quarta-feira (28); o policial morreu na tarde deste sábado (31).
Morreu no final da tarde deste sábado (31) o policial militar Cristiano Ramos Pinto, 36 anos. Ele estava internado no Hospital da Bahia, em Salvador, desde a noite da última quarta-feira (28), após ser baleado na cabeça durante um assalto ao pedágio da rodovia BA-524, na altura de Candeias. Cristiano era lotado no 12º Batalhão da Polícia Militar (BPM/Camaçari) e voltava para Feira de santana com outros dois colegas quando três homens anunciaram o assalto na praça de pedágio, às 19h50. O delegado Marcos Laranjeira, titular da 20ª Delegacia (Candeias), disse ao CORREIO nesta sexta-feira (30) que os policiais perceberam o assalto e deram voz de prisão aos assaltantes, que atiraram. Na troca de tiros, Cristiano foi atingido na cabeça e um dos assaltantes levou dois tiros no braço - ele foi executado horas depois dentro do Hospital Municipal Ouro Negro, em Candeias. A morte do policial foi confirmada pelo Hospital da Bahia, para onde ele tinha sido transferido na própria quarta-feira. Ele faleceu às 17h30.