Na Mira da Política: Óleo de Peroba rendeu polêmica e ironias na Câmara de Ipiaú

Meio esquecido nas prateleiras dos mercados da cidade, o velho Óleo de Peroba, fabricado pela King, uma indústria de produtos de limpeza com sede no Rio de Janeiro, emergiu  no cenário político de Ipiaú, gerando polêmica, rendendo ironias. O pivô do novo foco no velho óleo foi o assessor de gabinete da prefeita Maria das Graças, Antonio Roberto Evangelista “Palanqueta”. Em entrevista ao programa do radialista Beto Marques, ele  taxou os vereadores da oposição de “caras de pau” e  receitou que  deviam usar Óleo de Peroba. Sabe-se que por associação com a gíria "cara-de-pau",  o termo é usado para insinuar que alguém é falso ou corajoso ou audaz. Talvez não tenha sido essa a intenção do assessor, mas o certo é que a declaração mexeu com os brios dos edis. Revoltou, melindrou, provocou reações, distorções...

Rebatendo o ultraje

Na sessão ordinária da Câmara (ver aqui), na noite do último dia 10, a vereadora Simone Coutinho-PMDB- ocupou a Tribuna Livre para rebater o ultraje. Bateu pesado, chamou “Palanqueta” de forasteiro e pediu respeito. A saraivada prosseguiu com outros oradores. Emerson “Fite”-PMDB- também ocupou a Tribuna e adotou o melhor estilo do radialista e apresentador Raimundo Varela. Com tapas no palanque, chamou a atenção para um frasco do óleo que estava sendo focado pela TV Câmara, e destilou sua indignação, a ponto de Jô da AABB que estava presidindo a sessão, pedir a ele moderação e advertir que poderia cortar sua fala. Ainda na sessão “Fite” voltou a exibir o frasco e ironizar as palavras ditas por  Palanqueta na emissora: “Óleo de Peroba, choque de gestão...

Abençoado
O vereador Jean Kleber -PTdoB-  foi mais moderado na réplica. Utilizando dos seus conhecimentos evangélicos explicou que se um homem de Deus orar, o óleo fica abençoado” e poderá ser um antídoto da administração municipal, à qual ele se opõe. 

Esquina
O problema não ficou só no Óleo de Peroba. Saiu da Praça da Câmara, desceu ladeiras e foi até as esquinas da cidade.  Na FM Ipiaú, Palanqueta também teria dito que os vereadores são  “de ponta de esquina”. Ficou no ar a insinuação, mas a interpretação dos atingidos foi pelo tom pejorativo.  Andreia Novaes -PMDB- não economizou espetadas, assim como exigiu que ele se retratasse perante a comunidade ipiauense. Numa reflexão lógica, Andreia desmistificou: “A cidade inteira tem esquinas e eu não vou fugir das esquinas da cidade”. Entre trocadilhos e espetadas, Palanqueta ficou mais atingido que boneco de vudú.

Bálsamo
Dizem que após a tempestade vem a bonança, ou a ambulância, se for o caso. Na sucessão do óleo de peroba e da esquina, veio o bálsamo. Com seu estilo clássico o vereador Cláudio Nascimento –PSD- comentou que a emoção tem tomado conta dos discursos e lembrou que isto gera excessos. Explicou que da mesma forma que Palanqueta cometeu excessos em sua fala no programa de rádio, os vereadores que utilizaram a réplica também foram excessivos, movidos pela emoção. Disse que Antonio Roberto “Palanqueta” é uma pessoa de fácil relacionamento, tranquila, e, em tom conciliador, recomendou: “A relação institucional entre a Câmara e a Prefeitura tem que se manter integra”.

Correria
Enquanto a oposição refuta, a prefeita Maria das Graças não para. Sua agenda exige muita movimentação, correria mesmo. Recentemente promoveu o “3°Encontro Ipiaú”, com o objetivo de prestar contas da gestão e ouvir as demandas da comunidade do bairro Euclídes Neto. Durante o encontro reafirmou os princípios de austeridade e transparência e fez uma retrospectiva das ações do governo. Maria anunciou novos diálogos com a população ipiaúense e acrescentou: "Estamos aqui para lutar e buscar melhorias. A participação de todos é muito importante. Todas as sugestões foram anotadas e serão analisadas para que juntos possamos fazer Ipiaú uma cidade cada vez melhor".

Patrimônio do Povo
Na noite desta quarta-feira, 16, acontece na Câmara Municipal de Ipiaú, uma Audiência Publica para discutir o destino do Rio Novo Tênis Clube (RNTC) cujo prédio já foi tombado como “Patrimônio Histórico e Cultural do Município”. Tem um empresário de Juazeiro afirmando que já é dono do espaço, mas o que ele comprou foi um aforamento, pois as benfeitorias continuam sobre o terreno. Quem ama Ipiaú defende seu patrimônio. É necessário comparecer à audiência e decidir em favor do que é nosso. O RNTC, bem aproveitado, tem muito a servir à população. É uma questão de tempo, até mesmo para reconstituir a sua fachada original (foto).

Desapropriação
A cartada final, o xeque mate, dessa luta em defesa do patrimônio do povo de Ipiaú está nas mãos do Poder Executivo Municipal. Um processo de desapropriação do espaço resolve a questão, mas conforme diz na música “Maria Maria”, cantada por Milton Nascimento, “é preciso ter força, é preciso ter gana, é preciso ter manha, é preciso ter graça, é preciso ter sonho sempre. Quem traz na pele essa marca possui a estranha mania de ter fé na vida”.

Luz para Todos
Na manhã do próximo dia 28 acontece no Salão do Plenário da Câmara Municipal de Ipiaú uma Audiência Pública para discutir a ampliação do Programa Luz para Todos, na zona rural deste município. O evento vem sendo articulado pelo vereador “San de Paulista” e contará com as presenças do Diretor de Energia na Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia, Gilson Amado, e do deputado Euclides Fernandes. Os fazendeiros que ainda não contam com energia elétrica em suas propriedades são os principais interessados no assunto. De acordo com o vereador San de Paulista, o programa Luz Para Todos destinou recursos da ordem de quase R$ 1,5 milhão para investimento no programa de eletrificação rural do município.

Usina de Asfalto
Considerando o elevado número de ruas já pavimentadas na área urbana, muitas delas asfaltadas, o vereador Lucas de Jesus -PMDB- fez uma indicação ao Poder Executivo no sentido de que seja adquirida e instalada uma usina de asfalto em Ipiaú. O parlamentar argumenta que tal aquisição será de grande valia para a constante manutenção das ruas, e demais logradouros, sem acarretar maiores gastos aos cofres públicos.

Atendimento Noturno
Outra indicação do vereador Lucas de Jesus se refere à ampliação do atendimento nas unidades de saúde do município. Ele propõe que o serviço também aconteça no turno noturno, já que muita gente trabalha o dia todo e fica na impossibilidade de recorrer ao atendimento nos turnos matutino e vespertino. Lucas também cita entre essas pessoas os moradores da zona rural.

De olho na chapa
Enquanto o  governador Rui Costa afirma que não tem pressa para definir a chapa majoritária situacionista que concorrerá às eleições deste ano, muita gente se arvora a participar da composição. Agora é o vereador e ex-prefeito de Salvador, Edvaldo Brito, que quer ser indicado pelo seu partido, o PSD, para integrar a chapa como candidato ao Senado ou ao cargo de vice-governador. "Não estou fora do baralho. Eu sou membro do PSD e devo ter a mesma qualificação de todos os outros membros", afirmou. Edvaldo Brito ressaltou ainda que o seu filho, o deputado federal Antonio Brito (PSD), está na briga por uma vaga na composição governista, apesar de o presidente da Assembléia Legislativa da Bahia (AL-BA),  Ângelo Coronel (PSD), aparecer como favorito para ser o candidato da agremiação.
                                                                                                           
Ibirataia
Foi creditado (quinta-feira, 10 de maio) um recurso de custeio para Saúde de Ibirataia no valor de 300.000,00. Essa conquista é fruto do pedido da prefeita junto ao Deputado Federal Lúcio Vieira Lima. O recurso será destinado na modalidade custeio como incremento ao Piso da Atenção Básica. A informação é da ASCOM da Prefeitura Municipal de Ibirataia. *A Coluna Na Mira da Política é produzida pelo jornalista José Américo Castro