Pastor é preso em Caetité acusado de pedofilia

Gilmar Silva Porto foi preso nesta quinta. Foto: Reprodução.
Um homem foi detido por suspeita de pedofilia na cidade de Caetité, no sudoeste da Bahia, na quinta-feira (7). Conforme a polícia, ele faz parte da liderança de uma igreja evangélica, e as vítimas eram dois adolescentes que frequentam a instituição religiosa. O delegado Joseberto Ribeiro, responsável por investigar o caso, informou que as vítimas são dois garotos de 14 e 17 anos. Em depoimento à polícia, Gilmar Silva Porto, de 35 anos, confessou ter aproximação com os adolescentes e disse que tudo era uma brincava inofensiva com as vítimas. Gilmar foi conduzido à delegacia após denúncia de parentes de uma das vítimas. Ele negou ter abusado sexualmente dos meninos, mas a polícia ainda não descartou a hipótese por conta do teor da denúncia. Lá, ele foi ouvido e liberado porque não houve flagrante. O celular e o computador dele foram apreendidos com materiais de conteúdo sexual. A polícia examina se entre esses conteúdos há pornografia infantil. Vítimas e parentes dos adolescentes serão ouvidos a partir da próxima semana. De acordo com o delegado, a polícia recomendou o afastamento de Gilmar da organização da igreja. Agora, a polícia investiga se há outras vítimas e se outras pessoas da instituição, ligadas a Gilmar, também têm participação no caso. O pedido de prisão dele também será feito à Justiça. Gilmar poderá responder por pedofilia e corrupção de menores. *As informações são do G1