Homem é preso após levar companheira já morta para UPA em Salvador

Isabel Cristina Moraes, de 35 anos, morreu na noite de sexta-feira.
Um homem foi preso na sexta-feira (23), após levar a companheira já morta para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro de Itapuã, em Salvador. De acordo com a Polícia Civil, o caso está sendo investigado e o homem, identificado como Jairo Hernandes Gonçalves, é o principal suspeito. A polícia informou que Jairo foi autuado por feminicídio e já havia relatos de outros casos de agressão envolvendo ele e a mulher, Isabel Cristina Moraes, de 35 anos. O casal tinha duas filhas, de 15 e 17 anos. Ainda não há detalhes de como Isabel Cristina foi agredida. Familiares dizem que ela foi asfixiada. O corpo da vítima foi periciado no Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Salvador e o laudo vai indicar as causas da morte. Conforme funcionários da UPA, que preferiram não se identificar, Isabel já chegou morta na unidade de saúde e a polícia foi acionada. Em seguida, os policiais encaminharam o homem para o Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), onde ele foi ouvido e, em seguida, encaminhado para Centro de Observação Penal (COP), localizado no Complexo Penitenciário da Mata Escura, também na capital baiana.  *As informações são do G1