Procissão encerra festejos de São Roque em Ipiaú

quinta-feira, agosto 16, 2018
Fotos: Divulgação
Nesta quinta-feira, a comunidade católica comemorou o dia do seu padroeiro São Roque. A programação em Ipiaú começou a meia noite com uma queima de fogos, continuando pela manhã com uma Celebração Eucarística, com a participação de Padres de diversas cidades da região, presidida pelo bispo diocesano Dom Mauro Montagnoli. No final da tarde, uma procissão percorreu as principais ruas da cidade, encerrando as festividades com a Benção do Santíssimo Sacramento na Igreja Matriz de São Roque feita pelo Pároco Marcio Luciano. Com o tema: “Cristãos leigos e leigas, Sal da Terra e Luz do Mundo”, o festejo teve inicio na madrugada do último dia 7, quando aconteceu a tradicional alvorada, tendo a carreata saído da Praça Nossa Senhora Aparecida, envolvendo  inúmeros veículos. Na noite desse mesmo dia aconteceu a abertura do novenário.
Foto: Divulgação
Conta-se que a devoção dos católicos de Ipiaú a São Roque vem da primeira década do século passado quando a população sofria com surtos de impaludismo, varíola e outras doenças. Nessa época um padre que viajava de Camamu com destino a Jequié passou pela localidade e o povo foi conversar com ele pedindo que rezasse uma missa ou oração para acabar com as enfermidades. Diante dos apelos o sacerdote respondeu: “Quem tem força para resolver isto não sou eu e sim São Roque! Vocês tem que fazer uma devoção para ele”. Assim, a população, através da orientação do religioso, iniciou o culto a São Roque que é considerado pela Igreja Católica como o protetor dos doentes. Durante muitos anos o festejo em louvor ao padroeiro contou com uma programação que envolvia outras atividades além do lado eminentemente religioso, mas por decisão da própria igreja católica essa parte profana foi suprimida. ( Giro/José Américo Castro).