A menos de 1 mês da eleição, voto nulo e branco têm o maior índice em 16 anos

segunda-feira, setembro 17, 2018
A pouco menos de um mês das eleições, 13% dos eleitores se dizem dispostos a anular seu voto ou votar em branco para presidente, segundo pesquisa Datafolha divulgada na última sexta-feira (14). Dos que optam pelo voto nulo ou branco, 61% dizem que não mudarão de opinião. O índice é bem superior ao encontrado em pesquisas Datafolha feitas cerca de um mês antes das eleições de 2014, 2010, 2006 e 2002 — era 6% em 2014 e 4% nas demais. 

Se seguir o exemplo dos dois últimos pleitos, a parcela de quem não vai optar por nenhum candidato ainda pode ser mais expressiva nas urnas: em 2014, 9,6% dos eleitores de fato anularam ou votaram em branco. Em 2010, foram 7%. O voto nulo e branco também só não perde em convicção, nas últimas pesquisas, para os votos declarados em Jair Bolsonaro (PSL) e em Fernando Haddad (PT). No levantamento divulgado na sexta, 75% e 72% diziam estar “totalmente decididos” a votar nesses candidatos, respectivamente.