Garra do zagueiro Relex é destaque na seleção de Ipiaú

quarta-feira, setembro 26, 2018
Relex disputa o seu 17º Intermunicipal (Foto: Miro da Kombi).
Quem assistiu ao jogo entre as seleções de Ipiaú e Cachoeira,  no último domingo, 23, no Estádio Pedro Caetano, ficou impressionado com a garra e categoria do zagueiro Relex no comando do sistema defensivo do time ipiauense. Sua presença foi observada em todo o campo de jogo e impediu os avanços do excelente ataque da equipe adversária. 

Desarmando, combatendo, surpreendendo, Relex mostrou em cada lance a supremacia de um futebol  viril e objetivo. Foi um verdadeiro monstro, no bom sentido. Encantou a torcida dos dois times, mostrou quem em sua posição pode ser considerado um dos melhores deste Campeonato Intermunicipal. 

Quem o acompanha há mais tempo, sabe que isso não é novidade. Ele sempre foi assim: um grande guerreiro. Impávido, tranquilo, com uma humildade do tamanho da sua determinação. Nos dias de jogo, Relex pinta o cabelo de loiro e vai à luta. É como se quisesse mostrar a marca de um bom combatente.  Relex ainda tem muito mais a mostrar. 

Extremamente responsável, está sempre treinando e atribui a isto o seu bom desempenho em cada jogo. Experiência não lhe falta, afinal são 17 intermunicipais disputados ao longo da sua trajetória de jogador de futebol. Começou em 2002 na Seleção de Jitaúna, cidade onde nasceu, e jogou em diversas outras seleções. Criou fama em Itagibá, foi campeão no ano de 2010, pela Seleção de Porto Seguro, e defendeu o escrete ipiauense nos campeonatos de 2003/2004, 2005 e 2017. Agora vem realizando o seu quinto Intermunicipal por Ipiaú. 

Alexandre dos Santos, o popular “Relex”, tem 34 anos, 1,75 m e 85 Kg bem distribuídos. Sua capacidade de liderança é incontestável no grupo. Relex sabe das limitações do elenco, mas acredita que a determinação dos mais novos, aliada à experiência dos maduros, pode resultar em gratas surpresas. “A união faz a força e a humildade sempre vence a vaidade.  Tem fé em Deus que Ipiaú vem de Cachoeira com a classificação”, concluiu o zagueirão. (GIRO/José Américo Castro).