Greve de professores em Itabuna completa uma semana; 17 mil alunos estão sem aulas

terça-feira, setembro 11, 2018
(Foto: Raphael Marques/TV Santa Cruz)
A greve dos professores da rede municipal de ensino de Itabuna, cidade no sul da Bahia, completou uma semana nesta segunda-feira (10). De acordo com o Sindicato do Magistério Municipal Público de Itabuna (Simpi), as atividades estão suspensas em cerca de 96 escolas e 17 mil estudantes estão sem aulas. Os professores reivindicam 6,81% de reajuste para docentes de nível II e III, são contra a mudança do regime trabalhista, que é a CLT, para um regimento estatutário próprio, e exigem o pagamento de salários atrasados para professores em desvio de função. Ainda segundo o sindicato, a mudança do regime de trabalho acarretaria em perda de direitos trabalhistas. Com relação aos salários atrasados, a entidade diz que os professores em desvio de função -- que por motivo de saúde estão fora da sala de aula, mas atuando em outras atividades -- estão sem receber desde julho. *Com informações do G1