Pelo Enem, MEC pede mudança no começo do horário de verão

quarta-feira, setembro 26, 2018
O ministro da Educação, Rossieli Soares, pediu à presidência e à Casa Civil que o começo do horário verão seja adiado para depois do segundo dia de prova do Enem. A pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a mudança do horário, que começaria em 28 de outubro, foi adiada para 4 de novembro, quando acontece a primeira parte do Enem. 

Como são dois domingos para o exame, o MEC pediu que o começo do horário de verão fique para depois da última aplicação, no dia 11 de novembro. Este será o primeiro ano que o horário de verão vai começar em novembro.

A Bahia novamente está fora do horário de verão. A mudança vale para Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, mais o Distrito Federal. A presidência ainda não se manifestou sobre o pedido do MEC. 

O MEC anunciou que fará uma campanha, junto com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), para alertar aos estudantes sobre pontos importantes da prova, como o que levar e também a questão do horário.